Style Sampler

Layout Style

Patterns for Boxed Mode

Backgrounds for Boxed Mode

All fields are required.

Close Appointment form

Transplante de Glândulas Salivares – Tratamento de Olho Seco Severo

Transplante de Glândulas Salivares – Tratamento de Olho Seco Severo

O olho seco é causado por uma deficiência na produção do filme lacrimal e origina sintomas  que vão desde uma irritação ou desconforto nos olhos até lesões graves na superfície ocular com perda visual. O tratamento conservador inclui o uso de colírios lubrificantes, mas, em casos mais graves, não são suficientes para garantir adequada lubrificação da superfície ocular.

O tratamento cirúrgico para olho seco severo inclui a oclusão dos pontos lacrimais (diminuindo a drenagem da lágrima produzida e prolongando a presença da mesma na superfície ocular); cantorrafia (reduz a área exposta da superfície ocular, diminuindo a evaporação da lágrima) e os transplantes de glândulas salivares (parotídeas, sub-mandibulares ou salivares).

A técnica descrita por Filatov e Chevalijev em 1951 esteve baseada na transferência do ducto de Stenon da parótida para o fundo de saco conjuntival. Essa técnica apresenta algumas desvantagens como o lacrimejamento constante exacerbado pela mastigação, o índice elevado de parotidites e a natureza serosa da secreção parotídea, diferente do filme lacrimal.

A transferência de glândulas sub-mandibulares descrita por Murube em 1986 é bastante complexa e extensa.

Em 1998 Murube descreveu a técnica do enxerto de glândulas labiais submucosas no fórnice conjuntival.  Esse procedimento é de fácil execução e tem por objetivo substituir a lágrima pela secreção salivar, e assim, melhorar a lubrificação da superfície ocular e aliviar os sintomas do olho seco. A secreção salivar é mais viscosa contribuindo para diminuir a evaporação e formar uma camada umidificante mais estável e duradoura

7
  • Compartilhar

About the author