Toxina Botulínica: como ela pode tratar problemas oculares? | Oftalmo Centro

Style Sampler

Layout Style

Patterns for Boxed Mode

Backgrounds for Boxed Mode

All fields are required.

Close Appointment form

Toxina Botulínica: como ela pode tratar problemas oculares?

Toxina Botulínica: como ela pode tratar problemas oculares?

Você sabia? A Toxina Botulínica costuma ser associada à área estética, por suavizar rugas e linhas de expressão, mas ela é também uma grande aliada no tratamento de diferentes doenças e, inclusive, de problemas oculares. Isso mesmo! Antes de ser utilizada no meio estético, ela já era empregada para fins terapêuticos. 

Muito conhecida como Botox, ela pode ser muito útil em tratamento para a área oftalmológica. A Toxina Botulínica auxilia em diversas questões do corpo, da aparência e da saúde. Na região ocular, ela é utilizado em pessoas que sofrem de estrabismo ou de blefaroespasmo.

Toxina Botulínica X Estrabismo:

O estrabismo é popularmente conhecido como “olho vesgo”. É uma condição na qual os olhos não são alinhados, ou seja, ocorre uma assimetria na força de contração dos músculos oculares.

Em casos como esse, a Toxina Botulínica é aplicada diretamente no músculo, dando maior força de contração e promovendo o alinhamento ocular do paciente.

Toxina Botulínica X Blefaroespasmo: 

O Blefaroespasmo é uma doença que provoca a contração dos músculos ao redor dos olhos, fazendo com que o paciente pisque de maneira descontrolada, com muita frequência, dificultando a ação de manter os olhos abertos.

A Toxina Botulínica é aplicada nos músculos ao redor dos olhos, provocando a paralisia deles e permitindo que os pacientes não pisquem mais com tanta frequência e intensidade. O resultado possui duração média de 4 meses.

Independente do caso, é importante ressaltar que apenas um profissional especializado deve manusear ou aplicar essa medicação. Ao escolher um bom médico, ele poderá avaliar qual o melhor tratamento para o seu caso.

  • Compartilhar

About the author

Administrador