Style Sampler

Layout Style

Patterns for Boxed Mode

Backgrounds for Boxed Mode

All fields are required.

Close Appointment form

Laser

Laser

Yag Laser

yagtituloQuando a acuidade visual fica comprometida pela opacidade capsular, a abertura da cápsula posterior poderá ser realizada com YAG Laser, sem necessidade, portanto, de realização de procedimento cirúrgico. O procedimento é rápido, realizado com colírio anestésico, não necessitando de repouso, o que permite com que o paciente retorne às suas atividades normais no mesmo dia.

Além do exame oftalmológico completo, é extremamente importante uma avaliação criteriosa da periferia da retina e em alguns casos ecografia ocular para se descartar a presença de descolamento localizado de retina, especialmente se a catarata for traumática ou complicada (pós-uveíte).
Quando existe dúvida do quanto a opacidade da cápsula posterior é responsável pelo déficit visual, alguns exames de avaliação da visão central podem ser esclarecedores, com por exemplo o PAM (“potential acuity meter”, ou seja, medida da acuidade visual potencial do olho em questão). A capsulotomia posterior com YAG laser é um procedimento realizado há aproximadamente 15 anos, oferecendo muita precisão e segurança.

Entretanto, como todo procedimento médico, não é isento de complicações, quais sejam:

Hipertensão ocular, transitória em aproximadamente 40% dos casos, que cede geralmente em 48h a 72h, ou persistente em aproximadamente 0,1% dos casos.
Deslocamento da lente intra-ocular, complicação muito rara (menos de 0,1% dos casos). Ocorre geralmente em olhos portadores de uveíte prévia ou subseqüente à cirurgia de catarata, e/ou submetidos à cirurgia da catarata sem a realização da capsulorrexis. A presença de capsulorrexis oferece uma proteção maior em relação ao não deslocamento da lente intra-ocular após a capsulotomia posterior com YAG laser.
Edema macular cistóide, com manifestação clínica em 0,5% a 2,5% dos casos. A visão pode ficar comprometida, geralmente de maneira transitória (3-6 meses). O tratamento é medicamentoso e prolongado, com retorno à visão normal em aproximadamente 98% dos casos.
Descolamento de retina, em 0,5% a 2% dos casos, muito dependente da presença ou não de outras alterações oculares, tais como, rupturas, degenerações e/ou descolamentos periféricos de retina, uveíte prévias ou pós-operatória, traumatismos oculares prévios ou posteriores à cirurgia de catarata. A realização da capsulotomia posterior após 3 a 6 meses da facectomia diminui significativamente a incidência de edema macular cistóide e descolamento de retina.
Além da capsulotomia posterior, o YAG Laser também possibilita a realização de outros procedimentos:

laserCapsulotomia anterior relaxante

Capsulotomia anterior relaxante Contração da capsulorrexis anterior é uma complicação comum em alguns casos específicos, dentro de 30 a 90 dias da cirurgia da catarata. São fatores que aumentam a contração pós-operatória da capsulorrexis:

a) capsulorrexis menor que 5,0 mm,
b) diabete,
c) pseudo-esfoliação,
d) uveíte,
e) restos corticais,

f) distrofia miotônica. A contração capsular progressiva deve ser tratada com incisões relaxantes da borda da capsulorrexis com YAG Laser, mesmo que não haja comprometimento visual, pois pode haver desinserção zonular e luxação do complexo LIO-saco capsular para o vítreo.

Limpeza da superfície anterior da lente intra-ocular

Por vezes existe queda na acuidade visual pós-operatória de olhos pseudo-fácicos devido a depósitos sobre a superfície da LIO, com células e precipitados inflamatórios. A remoção destes e conseqüente limpeza da superfície da LIO poderá ser feita com sucesso utilizando baixas energias de YAG laser.

yagfoto• Vitreólise anterior
A presença de vítreo na câmara anterior, especialmente se tracionado pela incisão, LIO ou íris, pode ser fator predisponente de edema macular cistóide. Esta tração vítrea pode ser liberada facilmente através da realização de vitreólise com YAG laser.

• Iridotomia periférica
Paciente portadores de seios camerulares estreitos com risco para o fechamento angular podem ser beneficiados com iridotomias periféricas com YAG laser, procedimento mais rápido e com menor reação inflamatória do que a realizada cirurgicamente ou com laser de argônio. A liberação de gonio-sinéquias que porventura estejam ocluindo o orifício da trabeculectomia também é possível assim como a abertura do orifício intra-camerular dos implantes valvulares por vezes ocluídos por íris, vítreo ou corpos estranhos.

Iridoplastia
O YAG Laser permite também aumentar a abertura pupilar em casos de pequenos deslocamentos da pupila (corectopia) ou realizar neo-pupilas em casos mais extremos, sem a necessidade de procedimento cirúrgico e com menor risco de induzir catarata em pacientes fácicos.

Laser de Argônio

08Utilizado para tratar diversas patologias de retina e vítreo, como por exemplo a retinopatia diabética. Esta tecnologia tem conseguido evitar a piora da visão em muitos pacientes, como a dos diabéticos, quando realizado a tempo. É uma tecnologia usada em centros avançados de tratamento de doenças retinianas, tanto a nível ambulatorial como associado a cirurgias vítreo-retinianas.

O laser de argônio também é utilizado no tratamento da triquíase (patologia em que os cílios viram para dentro do olho causando ardência, desconforto e irritação ocular).

Excimer Laser

08-2O grande avanço tecnológico dos últimos anos tem permitido correções cada vez mais precisas dos diferentes tipos de defeitos de refração (miopia, astigmatismo e hipermetropia).

A cirurgia refrativa (para estes defeitos de refração) evoluiu muito nos últimos anos com o aprimoramento da técnica com o Excimer Laser. Uma boa parte das miopias, astigmatismos e hipermetropias já podem ser hoje corrigidas ou minimizadas com esta tecnologia. O OftalmoCentro oferece este procedimento cirúrgico, com o mais moderno equipamento de Excimer laser, cirurgia realizada em regime ambulatorial, com colírio anestésico somente, sendo a reabilitação visual precoce e indolor, com retorno às atividades profissionais em 24 a 48 horas.

 

17
  • Compartilhar

About the author