Cirurgia de Ceratocone com implante de anéis intra-estromais

A córnea é uma membrana transparente localizada na região anterior do globo ocular, na frente da íris (parte colorida). Esta membrana deve ser perfeitamente transparente e regular para permitir a penetração dos raios luminosos e conseqüentemente uma boa qualidade de visão.

Quando esta membrana se deforma, como no ceratocone, em que assume um formato cônico ao invés de esférico, a visão fica comprometida, e o uso de lentes de contato pode se fazer necessário para a melhora visual.

Quando o ceratocone é avançado e a pessoa não tem uma boa visão com lentes de contato, uma cirurgia pode se fazer necessária, como o implante dos anéis intra-estromais ou o transplante de córnea. A cirurgia do Implante de Anéis Intra-estromais consiste na implantação de um ou dois segmentos de acrílico na intimidade do tecido corneano de modo a alterar a curvatura da córnea. Trata-se de um procedimento reversível que pode ser ajustado em caso de correção insatisfatória, através da troca ou retirada dos segmentos. O anel poderá ser removido em qualquer época sem prejuízo para saúde da córnea, não impedindo a realização de transplante de córnea no futuro, caso seja necessário. A cirurgia é realizada sob anestesia local tópica, em caráter ambulatorial, com laser de femto-segundo, o que confere uma maior precisão e segurança para o procedimento. A recuperação visual demora em média de 3 a 6 meses. Alguns pacientes, entretanto, já observam alguma reabilitação visual dias após a cirurgia. O sucesso do anel intra-estromal ocorre em aproximadamente 80% dos casos.

Os especialistas do OftalmoCentro foram pioneiros nesta técnica no RS.




2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo