Olho seco

Atualizado: 22 de jun.

O olho seco é uma doença cada vez mais freqüente devido às condições atuais de poluição, uso de computador e celular, ambientes com ar condicionado, de efeitos colaterais de medicamentos, alterações hormonais e algumas doenças sistêmicas como por exemplo doenças reumáticas. Caracteriza-se pela presença crônica de olhos vermelhos, ardência, sensação de areia e muito desconforto ao tentar realizar atividades de leitura.

O oftalmologista deve diagnosticar o tipo de olho seco, se evaporativo ou por deficência aquosa para melhor direcionar o tratamento.

O tratamento evoluiu muito nos últimos anos, pois existem diversos medicamentos capazes de melhora a qualidade da lágrima, aumentar a quantidade da lágrima, repor a lágrima e preservar a lágrima do paciente (com Luz Pulsada, i-Lux e plugs lacrimais, por exemplo).

Em casos especiais de pacientes com olho seco grave pode haver indicaçāo do tratamento com colírios preparados com o próprio soro do paciente (soro autólogo).

Além do tratamento clínico, o transplante de glândulas salivares tem beneficiado vários pacientes portadores de olho seco severo.



2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo